Bem-estar e empreendedorismo com curso de pintura para idosos em Araguaína

Bem-estar e empreendedorismo com curso de pintura para idosos em Araguaína

Quem disse que a terceira idade precisa significar rotina pouco ativa? Na cidade de Araguaína, no Norte do estado, uma turma animada prova que atividades simples como um curso de pintura se tornam prazerosa e ainda contribuem com a socialização e empreendedorismo. É o curso “Pintura em Tecido”, oferecido pelo “Projeto Ana”, em parceria com a Fundação Restaurar e a Prefeitura de Araguaína. As aulas são gratuitas e acontecem toda sexta-feira, de 14 às 17 horas, no templo da 1ª Igreja Presbiteriana de Araguaína. As atividades já existem há quatro anos e a turma está com vagas abertas para novas inscrições, que podem ser efetuadas no local do curso.

Com 89 anos de vida e muita vontade de pintar, a aposentada Zulmira Santos traça seus desenhos no tecido e mistura as cores desde os primeiros dias de aula. Segundo ela, o curso de pintura em tecido a auxiliou na coordenação motora e bem-estar. “Isso aqui para mim é uma terapia, passo a semana esperando chegar a hora da aula de pintura. Já tem quatro anos que estou na turma e, para eu não estar presente, só se eu estiver de cama, muito doente”, descreve.

Professora da turma, Maria de Fátima Forte, 60, conta que as aulas de pintura em tecido são importantes tanto como um momento de lazer e aprendizado para os alunos, como também uma oportunidade de empreendedorismo. “O material que elas produzem aqui fica tão bom que elas levam para casa e acabam vendendo para amigos, familiares, gerando até uma renda extra”, comemora a professora. Ela conta que começou no projeto como aluna do curso e, posteriormente, foi contratada como instrutora. “É uma atividade muito gratificante, eu comecei só como curiosidade e fui aprendendo as técnicas.

Com seis meses de aula, eu já tinha aprendido bastante, vendia o que produzia e gostaram tanto do meu trabalho que me contrataram como professora. Foi quando eu decidi me especializar ainda mais para então poder repassar os meus conhecimentos para a turma”, complementa.  Segundo ela, não é necessário ser nenhum artista ou pintor profissional para começar a pintar, pois basta pegar o pincel, um tecido em branco e começar a expor todo o sentimento através de desenhos ou figuras geométricas. “Elas trazem sugestões de desenhos, de temas, de frases, cada um aqui se expressa como bem entende e deixa fluir a criatividade”, complementa.

Turma

A turma conta atualmente com cerca de dez alunos e há um total de 20 vagas disponíveis. As inscrições estão abertas até que se complete a lotação da turma. Apesar do projeto inicial do curso ser voltado especialmente à idosos, são aceitas inscrições de alunos de todas as idades. Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (63) 99235-7321.

A aposentada Maria José Batista, 56 anos, por exemplo, está sempre acompanhada da neta, Vitória Cristina, de 12 anos, nas aulas. “Eu comecei vindo só porque eu ficava com a minha avó de tarde em casa e vinha para acompanhar ela na aula, aí ficava brincando enquanto ela aprendia. Foi quando a professora me chamou e perguntou se eu não queria aprender também. Gostei tanto que agora não perco mais nenhuma aula”, comenta a pequena estudante. A iniciativa é fruto do Projeto Ana, em parceria com a Fundação Restaurar e a Prefeitura de Araguaína.

(Shelsea Cinthia)



Fazer um comentario