Piloto tocantinense Ronaldo Imay vence Rally dos Sertões na categoria Over 45

Piloto tocantinense Ronaldo Imay vence Rally dos Sertões na categoria Over 45

A chegada dos competidores na 24ª edição do Rally Internacional dos Sertões 2016 está movimentando a Praia da Graciosa, em Palmas, cidade escolhida para finalizar a competição, que iniciou no autódromo Internacional de Goiânia (GO), no dia 3 de setembro, passou pela Bahia e chegou ao Tocantins, pela região do Jalapão.

Dentre os diversos competidores, o Estado tem o privilégio de receber em casa os pilotos tocantinenses Ronaldo Imay e João Onofre Barros, que alcançaram bons resultados na competição.

Pilotando uma moto KTM 450, Ronaldo Imay terminou a prova em primeiro lugar na categoria Over 45 e na oitava posição geral da competição. Em sua segunda participação no Rally dos Sertões, Ronaldo Imay falou que a chegada em Palmas foi uma das razões que o motivou a participar e a conquistar a primeira colocação. “Eu fiquei muito feliz, na verdade o objetivo era ganhar e a evolução da prova me trouxe a um bom resultado na classificação geral, apesar dos do esforço em percorrer 516 km sem tirar a mão do acelerador. O que me motivou a participar do rally este ano foi saber que eu chegaria em casa”, disse o vencedor tocantinense.

Durante sua participação pela primeira vez na competição, Ronaldo Imay se machucou na metade da prova e não pode seguir adiante. Agora, vencedor em uma categoria, o resultado deste ano é uma motivação a mais para ele se preparar para a próxima edição.

O piloto João Onofre encerrou a competição satisfeito com os resultados. Ele ficou em quinto lugar na categoria Over 45 e na 22ª posição geral. “Entrei nesse rally com cinco objetivos: não machucar, não cair, não adoecer, não quebrar a moto e subir no pódio, e vejo que tudo isso foi uma superação e é uma alegria encerrar aqui em Palmas”, frisou o piloto ressaltando que encerra também sua participação no rally.

Na categoria geral de motos, o campeão foi Gregório Caselani, pilotando uma Honda CRF 450X.

Para os competidores, o trecho de maior dificuldade foi a região do Jalapão. A segunda e última parte da etapa maratona. Foram 498 km entre Mateiros (TO) – Ponte Alta do Tocantins (TO), sendo 491 km de trecho cronometrado, a maior dentre as etapas de provas e em pleno Jalapão.

Rally dos Sertões

Por alguns anos, rota de passagem, nesta 24ª edição, o Estado do Tocantins tem o privilégio de ser ponto de chegada e premiação desta competição. Foram sete etapas, das quais três pontos estão inseridos no Tocantins: Mateiros, Ponte Alta do Tocantins e Palmas. Em todo o percurso, o Estado teve a oportunidade de mostrar ao mundo a suas potencialidades turísticas, especialmente o Jalapão, uma região predominantemente de cerrado, solo arenoso e águas cristalinas.

Apoiando institucionalmente este evento, o Governo do Tocantins e a organização do Rally dos Sertões realizaram uma série de atividades por algumas das cidades do trajeto. Por meio do projeto Saúde e Alegria no Sertão, foram realizadas ações que abrangem as necessidades locais nas áreas de educação, saúde, meio ambiente, cultura e inclusão social.

(Edvânia Peregrini/Foto: Washington Luiz)



Fazer um comentario