Araguaína lança 2ª fase do Residencial Parque do Lago 

Araguaína lança 2ª fase do Residencial Parque do Lago 




Com lotes doados pela Prefeitura, e parceria com a M21 e Caixa Econômica Federal, cerca de 237 imóveis poderão ser financiados através do Programa Minha Casa Minha Vida – Faixa 2
 

A Prefeitura de Araguaína, em parceria com a Construtora M21 e a Caixa Econômica Federal, lançou neste sábado, 19, a segunda fase do Residencial Parque do Lago. Mais 237 unidades habitacionais já estão disponíveis para o sonho da casa própria a várias famílias com renda máxima de R$ 5.280.
 
Os lotes são 100% doados pela Prefeitura e o beneficiário pagará apenas pela casa, que poderá financiar pela Caixa Econômica Federal, através do Programa Minha Casa Minha Vida.
 
O engenheiro da Construtora M21, João Devair, comentou as mudanças nessa segunda fase. “Deixamos uma estrutura em que se pode dar sequência no telhado e fizemos alvenaria de tijolos no fundo e na porta principal, para que a pessoa possa ampliar o ambiente com facilidade que com o concreto seria mais complicado”, explicou.
 
O secretário da Assistência Social, Trabalho e Habitação, José da Guia, comentou sobre as parcelas das casas terem o mesmo valor de um aluguel. “É um investimento e tanto para quem realmente precisa, e as pessoas terão maior qualidade de vida”, disse.
 
Modelos
Os interessados poderão escolher entre dois modelos de casas, sendo a casa tipo 1 com área construída de 61,7 metros quadrados, e a tipo 2, com 65,21 metros quadrados. O valor do investimento é de respectivamente de R$ 95.000 e R$ 99.995, que poderá ser dividido em até 360 meses, com parcelas a partir de R$ 360.
 
Bruno Sousa é encarregado de Tecnologia da Informação (TI) no comércio e terá uma casa no modelo dois. Morador de Araguaína, ele conta que nos últimos anos percebeu um crescimento considerável na cidade e sentiu necessidade de investir. “Com o surgimento desses loteamentos, em um setor novo e ainda por cima com estrutura, penso que vamos ser uma metrópole em breve. É complicado não ter casa própria e viver de aluguel, estou aproveitando a oportunidade”, disse. 
 
Parque do Lago
O novo setor contará com 22 quadras, na outra margem do Rio Lontra. As casas atendem a todos os padrões de qualidade e o residencial contará com pavimentação, creche, escola, unidade básica de saúde (UBS) e Centro de Referência em Assistência Social (Cras). Além disso, o novo setor ficará na área de abrangência do Anel Viário e da Via Lago.

 

(Fernanda de Alcantara/Foto: Marcos Filho)

Fazer um comentario