HDT/UFT participa de mutirão nacional da Rede Ebserh com a realização de testes rápidos para HIV e outros

HDT/UFT participa de mutirão nacional da Rede Ebserh com a realização de testes rápidos para HIV e outros




O Hospital de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Tocantins (HDT/UFT), localizado no município de Araguaína (TO) é um dos 39 hospitais universitários federais filiados à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) que participará do mutirão nacional. Com objetivo de reduzir a fila de espera das Unidades Hospitalares, a ação conjunta pretende atender mais de três mil pessoas nas cinco regiões do Brasil.

As atividades variam entre realização de cirurgias, exames, consultas; e ocorrem simultaneamente em todo país no dia 30 de novembro, porém, no HDT/UFT, a ação também se estenderá para o dia 1º de dezembro, data em que é comemorado o Dia Mundial de Luta Contra Aids.

Ação no HDT/UFT: No dia 30, serão realizados testagem rápida para HIV, hepatite B e C e sífilis, além do aconselhamento pré e pós teste. Já no dia 1º, o hospital vai disponibilizar somente o teste rápido para HIV. Serão dois dias de atendimentos, de 08 às 17 horas em que está previsto a realização de 450 testes. Para participar, basta trazer um documento oficial com foto.  

De acordo com a chefe da Unidade de Doenças Infectoparasitárias do HDT/UFT, enfermeira Ana Emília Aguiar Vasconcelos, a campanha tem o intuito de ampliar o acesso da população maior de 16 anos, quanto ao diagnóstico precoce do HIV, triagem para Sífilis e Hepatites B e C com aconselhamento e ofertar insumos de prevenção contra as IST/HIV/AIDS e Hepatites B/C.

Para o superintendente do HDT/UFT, José Pereira Guimarães Neto, este é um dos principais serviços ofertados pela unidade Hospitalar à população. “Somos o único hospital de Araguaína a disponibilizar o teste rápido por demanda espontânea, com resultado imediato; temos uma equipe multiprofissional que presta um acolhimento humanizado, resguardando o sigilo e o respeito às diferenças”, disse o gestor, convidando toda a comunidade para comparecer ao evento.

Sobre o Mutirão: A expectativa do evento é diminuir em cerca de 32% a fila de espera dos hospitais e do Sistema Único de Saúde (SUS). Para alcançar o número, cada instituição definiu as especialidades que mais contemplam as necessidades de saúde de cada região.

Dos 39 hospitais que vão contar com atividades na data, 21 realizarão cirurgias visando atender mais de 1.000 pacientes. Já para procedimentos ambulatoriais como exames, diagnósticos e ações educacionais preventivas, 31 instituições da rede Ebserh disponibilizarão colaboradores para atender mais de 2.300 pessoas. No total, cerca de 1.000 profissionais de saúde vão atender em todo o país.

Abrangência: Atualmente, a rede Ebserh conta com unidades filiadas em todos o país sendo quatro na região Norte, 17 na região Nordeste, cinco na região Centro-Oeste, sete na Sudeste e seis na região Sul. Já são mais de 20 mil empregados contratados pela estatal, via concurso público federal. O número ainda pode aumentar com as convocações feitas esta semana, que totalizaram mais de 2.600 pessoas. Os profissionais ajudam a melhorar a assistência à população, o ensino e a pesquisa nas unidades hospitalares.

 

(Daianni Parreira)

Fazer um comentario