Dor no corpo: especialistas do CRNSL falam sobre as consequências da má postura e seus tratamentos

Dor no corpo: especialistas do CRNSL falam sobre as consequências da má postura e seus tratamentos




Constantemente reclamamos ou ouvimos colegas se queixarem de dores nas costas, nos ombros, no pescoço… Mas nos esquecemos de que, na maior parte dos casos, somos nós mesmos os responsáveis por esse desconforto. Mesmo agora, enquanto está lendo este texto em frente ao computador ou pelo celular, você está sentado de maneira correta? Já parou para pensar em quanto a má postura pode afetar a sua saúde?

A dor nas costas, por exemplo, é uma das queixas mais comuns em consultórios de ortopedistas e fisioterapeutas. De acordo com a Organização Mundial da Saúde (OMS), cerca de 80% da população sofre com dores nas costas causadas por descuidos com a postura. Segundo Calimério Neto, fisioterapeuta do Centro de Reabilitação Nossa Senhora de Lourdes (CRNSL), a postura incorreta constante pode ocasionar doenças sérias como hérnias de disco, lesões osteomusculares e atrofia muscular.

TRATAMENTO

O fisioterapeuta do CRNSL explica que corrigir a postura é a melhor solução, mas as longas horas de trabalho nem sempre permitem. “Quando estamos sentados, é comum que os ombros fiquem para baixo e a coluna um pouco curvada, em uma posição corcunda que, além de prejudicial, dá uma aparência de desmotivação. E essa rotina com a postura errada faz com que, dia após dia, os músculos se enfraqueçam e todo o esqueleto mude. Decorrente disso aparecem a dor e o desconforto”, ressalta.

Ainda de acordo com Calimério, preferencialmente depois do diagnóstico médico de um ortopedista, a fisioterapia pode identificar essas alterações através de uma avaliação postural individualizada. “Nem sempre o local da dor é onde está o problema, por isso a importância de analisar todo o corpo e observar todas as alterações posturais”, conta.

Para quem trabalha com movimentos repetitivos ou por muito tempo sentado em frente ao computador por exemplo, o fisioterapeuta dá dicas simples que podem ser realizadas no próprio ambiente de trabalho, como fazer uma pausa para um alongamento. Calimério indica pelo menos dez minutos de interrupção a cada uma hora de trabalho. “É um tempo razoável de descanso por dia para que a pessoa possa relaxar os músculos”, completa.

OUTRAS ALTERNATIVAS

Além da fisioterapia, o paciente também pode conseguir corrigir a postura ou conseguir alívio para as dores com a prática do pilates, que trabalha com a concentração, a precisão e o controle, sendo reconhecido como uma técnica eficaz para a prevenção e o tratamento de problemas na coluna.

A fisioterapeuta e instrutora de pilates do CRNSL, Viviane Alves, afirma que o pilates ajuda a manter o corpo em equilíbrio para sustentar a espinha, fortalecendo musculaturas e alinhando a coluna. “É através do trabalho consciente do centro do corpo e da musculatura das costas que o paciente vai criando uma maior consciência corporal e seu corpo vai sendo alinhado progressivamente. Como resultado, a postura é corrigida e o resultado na saúde e estética é fantástico”, garante.

Outra boa alternativa é a hidroginástica. “Quem sofre com dores nas costas, bem como problemas na coluna e nos joelhos, pode investir no exercício aquático, uma vez que a água deixa o peso corporal muito mais leve e ajuda absorver o impacto dos movimentos, preservando as articulações”, destaca a instrutora de hidroginástica mix do CRSNL, Khassandra Lourenço.

No entanto, Viviane lembra que, antes de iniciar qualquer tratamento, o paciente deve passar pela avaliação de um profissional. “Isso é muito importante para que pessoas que tenham algum tipo de complicação não corram o risco de agravar ainda mais o problema”, finaliza.

SERVIÇO

Centro de Reabilitação Nossa Senhora de Lourdes
Local: 106 Sul, Alameda 2, Casa 30
Telefone: (63) 3322-8408 / 3322-8409
Email: insl@insl.org.br
Visite nosso site: www.insl.org.br

Fazer um comentario