Operação conjunta da ASTT e PM resulta na apreensão de anfetaminas

Operação conjunta da ASTT e PM resulta na apreensão de anfetaminas




Ações de patrulhamento preventivo em conjunto com os demais órgãos de segurança serão contínuas na cidade

 

Mais de três mil comprimidos de anfetaminas, popularmente conhecidas como “rebite”, foram apreendidas na tarde da última quinta-feira, em Araguaína, durante uma operação conjunta da Agência Municipal de Segurança, Transportes e Trânsito (ASTT), Polícia Militar (PM) e Batalhão da Polícia Militar Rodoviária Estadual e de Divisas (BPMRED). A ASTT continuará realizando ações preventivas frequentes na cidade.

A operação foi realizada em pontos estratégicos, como a Marginal Neblina, Avenida Filadélfia e Avenida Castelo Branco. As cartelas, contendo 3.200 comprimidos da droga foram localizadas dentro de um saco plástico de lixo, escondido no interior de um veículo Fiat Uno de cor branca, que trafegava pela Avenida Castelo Branco.

O condutor do veículo foi conduzido à Delegacia de Plantão da Polícia Civil (PC) para os procedimentos de praxe. Durante a operação, quatro motocicletas e um veículo de passeio, com irregularidades referentes ao licenciamento, foram recolhidos ao Sistema Integrado de Pátio (Sipar).

ASTT

Criada através da Lei Complementar 046, homologada no último dia 30 de janeiro pelo prefeito Ronaldo Dimas, a agência tem por objetivo proporcionar a segurança da comunidade e do trânsito viário, contribuindo para melhorar a qualidade de vida, prevenindo e inibindo, pela presença e vigilância, infrações administrativas ou penais.

Entre suas atribuições estão a regulamentação, gestão e supervisão dos trabalhos da Guarda Municipal, além do planejamento, direção, coordenação e controle do trânsito e da prestação dos serviços públicos de transporte coletivo e individual de passageiros, a vistoria de veículos, a educação de trânsito, a engenharia de trânsito e transportes e a aplicação de penalidades previstas no Código de Trânsito Brasileiro (CTB).

 

(Mara Santos/Fotos ASTT)

Fazer um comentario