Em Araguaína, ASTT promove leilão de veículos

Em Araguaína, ASTT promove leilão de veículos
Recursos arrecadados no leilão serão investidos no trânsito da cidade e campanhas educativas

 

Cerca de 190 veículos, entre motos e carros, recolhidos pela Agência de Segurança, Transporte e Trânsito (ASTT) e Detran em Araguaína, foram à leilão nesta quarta-feira, 15, no pátio do Sistema Integrado de Araguaína (SIPAR). De acordo com o presidente da ASTT, Fábio Astolfi, o objetivo principal desse leilão é de investir ainda mais para a melhoria do trânsito na cidade e promover campanhas educativas.
 
“A intenção principal é melhorar o trânsito da cidade, continuar com o excelente trabalho desenvolvido pelo nosso gestor Ronaldo Dimas. Não só melhorar o trânsito, mas também tirar de circulação aqueles condutores que são inabilitados para tanto. A intenção é de reinvestir e realizar mais campanhas educativas”, explicou.
 
Ainda segundo o presidente da agência, o trânsito na cidade já melhorou bastante, mas percebe-se ainda muitos motoristas com atitudes inadequadas, colocando em risco a vida das pessoas.  “A intenção nossa é intensificar a questão das blitzen, juntamente com a Polícia Militar, Rodoviária Federal, Federal, Polícia Civil, também na questão da retirada dos clandestinos (transporte clandestino) de circulação da nossa cidade”, completou.
 
Sobre o volume total arrecadado no leilão, a ASTT divulgará o balanço até o início da próxima semana, quando serão compensados os cheques caução usados pelos arrematantes.
 
Leilão
Durante todo o período que ocorreu o leilão, houve grande movimentação de pessoas vinda de várias cidades interessadas em arrematar alguns dos veículos que foram colocados à venda.
 
Uma dessas pessoas foi o empresário Isaías Lopes Gomes, que veio de Palmas para comprar os veículos e revender na capital. “As motos estão realmente bem conservadas, e já comprei uma motinha e tô vendo o que acontece aqui mais pra ver se os preços baixam mais um pouco”, disse Gomes.
 
Outro que estava no pátio foi José Reginaldo da Silva Negri, que arrematou três veículos para ferro velho. “Já arrematamos três carros, um Clio, um Uno e um Saveiro. Alguns preços são bons, muita gente está especulando e pagando preço alto por não saber como funciona um leilão. Mas está dentro da minha expectativa”, comentou sobre o leilão.
 
(Joselita Matos/Fotos: Marcos Filho)

Fazer um comentario