Estudantes e servidores debatem conduta, sigilo e ética no ambiente hospitalar

Estudantes e servidores debatem conduta, sigilo e ética no ambiente hospitalar




A campanha “Conduta, Sigilo e Ética no HDT-UFT”, lançada no final de março é retomada no Hospital de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Tocantins (HDT-UFT), em Araguaína (TO) com debate entre o responsável pelo setor jurídico, Josean Sousa, estudantes do curso de Gestão Hospitalar da Faculdade Católica Dom Orione e servidores do Laboratório Central (Lacen) acerca de questões pertinentes a temática, nesta segunda-feira (24). O hospital é vinculado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

O projeto, construído conjuntamente com profissionais de diversas áreas do hospital, definiu dez princípios para o bom atendimento, com objetivo de disseminar informações relacionadas à conduta dos colaboradores, sigilo de informações e ética profissional, bem como fortalecer a cultura da confidencialidade e manter um ambiente seguro e confortável

“O agir corretamente independe dos códigos de ética, na verdade cada um tem o senso do que é certo ou não, pois fazer o correto não é uma imposição, é muito mais uma formação da consciência profissional”, disse o chefe do jurídico em sua explanação. Sousa mencionou ainda que a inclusão dos alunos no evento também é papel do hospital, no sentido de contribuir com a formação profissional deles, levando em consideração o perfil de ensino da Unidade.

A aluna do curso de gestão hospitalar, Jordânia da Silva Cruz ressaltou que ficou bastante atenta em todas as informações que considerou fundamental para ela e os colegas que pretendem ser bons profissionais por meio da formação acadêmica. “Foi uma ótima experiência que ampliou a nossa visão sobre as questões éticas no trabalho”, concluiu.

A participação dos servidores do Lacen, instalado no prédio do HDT-UFT foi motivada pela gerente, Ana Márcia Pereira dos Santos Carneiro. “Quando eu participei da palestra de lançamento da campanha, vi a importância de levar esta discussão para os colaboradores do laboratório que lidam com diversas situações e pontos em que a campanha aborda”, disse, informando que haverá mais um encontro na sexta-feira (28) para a capacitação dos demais que não puderam ir neste encontro.

Conheça os dez princípios do bom atendimento:
1.Nunca revele a identidade dos usuários do hospital em ambiente extra hospitalar;
2.Trate os pacientes com respeito e cordialidade;
3.Não passe informações de usuários por telefone, oriente para que a solicitação ocorra formalmente entre os serviços;
4.Não tire fotos ou faça vídeos no ambiente hospitalar;
5.Trate as pessoas como você gostaria de ser tratado;
6.O sigilo é a peça chave do nosso trabalho;
7.Respeite os avisos nas portas;
8.Não comente informações sobre os usuários com quaisquer profissionais que não estejam envolvidos no cuidado;
9.Utilize o nome social dos usuários durante os atendimentos, quando for o caso;
10.Não indagar a vida pessoal ou o tratamento de algum usuário em público.

(Daianni Parreira)

Fazer um comentario