Usuários da Rodoviária de Araguaína já comemoram novo visual e qualidade da obra

Usuários da Rodoviária de Araguaína já comemoram novo visual e qualidade da obra




Moradores e trabalhadores do local falam da aparência renovada dos guichês e área de embarque e desembarque; segunda etapa da obra está em andamento
 
 
Viajar, esperar alguém importante chegar ou partir, transportar ou orientar pessoas e encomendas para seus destinos corretos é a rotina de moradores, turistas e trabalhadores do Terminal Rodoviário de Araguaína. Já na 2ª etapa da obra de reestruturação, o ditado popular de que aparência não é tudo, não faz parte do boca a boca de quem passa pelo local. O reconhecimento da qualidade da obra e o novo visual do local, mesmo ainda em construção, é de orgulho e mais cuidado e investimentos para a cidade.
 
Cuidado e investimento
Nascido em Parnaíba, e ex-morador de Picos, Sul do Piauí, Josué Moura mora em Araguaína há três anos, quando passou para o curso de Medicina na cidade. Comprando passagem em um dos guichês novos para ir a um congresso, ele conta surpreso que não sabia que a Rodoviária passava por uma reforma e que o novo visual melhorou bastante a recepção.
 
“Vinha muito aqui para esperar meus pais chegarem de Picos. Hoje em dia estudo muito, não vi o que estava acontecendo e realmente era uma necessidade. Vai acrescentar demais, visual diferente e moderno é porta de entrada para receber visitantes e melhorar a recepção. Acho excelente, espero que termine logo”, contou entusiasmado.
 
Francisco Silva, conhecido como Chico, trabalha no terminal há cerca de 15 anos. Hoje, vice-presidente de uma cooperativa de transporte e empresário, a reforma o fez relembrar toda sua jornada no local, quando ainda era apenas motorista.
 
“Aqui as vans eram todas iguais e o ambiente meio feio de jeito, daí eu tive a ideia de comprar uma van pretona e dei o nome de Cometa para mostrar que a gente era ágil e rápido, chamou muita atenção e deu certo”, lembrou sorrindo.
 
No guichê novo, Chico também contou, vendendo passagens ao mesmo tempo, que o espaço está admirável e compara com espaços de outras cidades. “Em várias cidades as rodoviárias já são arrumadinhas, Araguaína era meio bagunçado. Agora tá agradável, organizado. A gente transporta e recebe muita gente, tava passando da hora, espero que termine logo a segunda etapa para ficar tudo organizado de vez”, finalizou.
 
Nova estrutura
Executadas pela empresa JMD Engenharia Eireli, a obra da nova Rodoviária tem um investimento de R$ 836.638,18, com recursos próprios do Municípi. Parte do investimento, R$ 400 mil, é proveniente da não-realização da festa pública do Carnaval de 2016.
 
A reconstrução do terminal, depois de 38 anos de sua fundação, conta com a troca do calçamento, reforma de todas as instalações elétricas, hidráulicas e sanitárias, novos banheiros com fraldários, instalação de catracas de acesso à área de embarque, novos guichês, sala de espera climatizada, jardinagem, área administrativa, praça de circulação e posto policial.
 
A área de acesso dos ônibus será cercada e haverá uma guarita para garantir que somente veículos autorizados tenham acesso à área de embarque e desembarque, uma estratégia para garantir a segurança dos usuários.
 
(Fernanda de Alcantara/Fotos: Marcos Filho)

Fazer um comentario