HDT-UFT promove encontro com assistentes sociais da Rede de Atenção à Saúde de Araguaína

HDT-UFT promove encontro com assistentes sociais da Rede de Atenção à Saúde de Araguaína




Na tarde desta segunda-feira (15), data em que é celebrado o Dia Nacional do Assistente Social, foi realizado “diálogo sementes” entre as assistentes sociais do Hospital de Doenças Tropicais da Universidade Federal do Tocantins (HDT-UFT), instituição vinculada à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) e da Rede de Atenção à Saúde de Araguaína (TO). O encontro proporcionou o debate sobre os desafios da profissão, além de integração e confraternização das profissionais que atuam no município.

De acordo com o gerente de Atenção à Saúde, Hilário Fábio Araújo Nunes, o serviço social tem relação com a vontade de ajudar o próximo, pois traz uma grande carga de responsabilidade com as pessoas, principalmente na rede pública, pelo perfil socioeconômico dos usuários atendidos. “Então acredito que este é um profissional que se coloca no lugar do usuário e faz o seu papel de dar acesso aos direitos de cidadãos com competência, portanto essa classe merece essa valorização; parabéns”, pontuou em seu discurso de abertura.

Na programação, ocorreram homenagens, apresentação artística e o relato do trabalho que desenvolvem. A assistente social do HDT-UFT Karla Rayane Silva abriu o diálogo com apresentação do tema “O Serviço Social na promoção do acesso aos direitos dos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS)”, abordando alguns aspectos históricos e conceituais da profissão e as particularidades da atuação do Serviço Social na saúde, ressaltando os dilemas vividos pela profissão no cotidiano e desafios a serem enfrentados rumo ao fortalecimento da legitimação profissional.

A assistente social Noeme Lopes Santana Santos, trabalha na Unidade de Pronto atendimento do Hospital Municipal de Araguaína UPA/ HMA e avaliou o encontro como maravilhoso. “O evento veio fortalecer o valor e a necessidade do profissional nas instituições no desenrolar das demandas sociais do usuário, foi um incentivo na busca de mais conhecimento de fluxos que as vezes amarram o avanço das resoluções de demandas importantes”, comentou.

Já para a assistente social Izabelle Cutrim, o resultado superou suas expectativas. “Foi um momento muito rico de integração com outros atores da Rede, de modo que essa aproximação propicia um entendimento mais seguro das demandas de nossos usuários para prestarmos um atendimento cada vez melhor. Sem contar que me senti valorizada com o reconhecimento pelo meu trabalho”, disse a profissional do HDT-UFT.

Participaram do evento representantes do Centro de Referência da Assistência Social Especializada (Cras); Fundação de Atividade Municipal Comunitária (Funamc); Hospital Regional de Araguaína (HRA); Hospital Municipal de Araguaína; Hospital Dom Orione; e da Unidade de Pronto Atendimento (UPA).


(Daianni Parreira)

Fazer um comentario