SENAI de Araguaína recebeu o projeto Papa Pilhas da FACIT

SENAI de Araguaína recebeu o projeto Papa Pilhas da FACIT




Mais uma instituição araguainense abriu as portas para o projeto Papa Pilhas da Faculdade de Ciências do Tocantins – FACIT, que incentiva o descarte correto de pilhas e baterias, inclusive de celulares. O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) recebeu, no último dia 1º de junho, as turmas dos cursos de Administração e Análise e Desenvolvimento de Sistemas da faculdade, acompanhada do coordenador do projeto, professor Rogério dos Reis Brito, no auditório com mais de 120 estudantes.

Segundo Rogério, essa nova parceria eleva o Papa Pilhas para um novo patamar. “Estar junto ao SENAI, além de ser uma honra, pode nos dar a oportunidade de alcançar as indústrias e várias outras empresas em Araguaína”, disse o professor.

Vantagens sustentáveis

A implantação do projeto foi antecedida por uma palestra sobre sustentabilidade com o também professor da FACIT, Marcelo Molina. “Ações de preservação têm seu viés ambiental, social e econômico. A intenção foi sensibilizar os alunos e mostrar a eles o perigo que uma simples bateria pode causar se for descartada dentro um reservatório de água, por exemplo”, destacou.

Ponta pé

Animada com o projeto, a Patrícia Carvalho dos Santos, instrutora de cursos no SENAI, destacou o quão importante será o Papa Pilhas dentro da instituição. “Todas as informações recebidas irão despertar no aluno a vontade de proteger o meio ambiente. Esse estímulo com certeza será repassado para todos os seus familiares, criando assim uma corrente do bem ambiental”, afirmou Patrícia.

Início da coleta

A equipe da FACIT instalou coletores de pilhas pelo prédio do SENAI para que alunos, professores e colaboradores da instituição possam trazer os materiais de casa. Inclusive, logo no dia do lançamento, os estudantes do SENAI fizeram uma mini competição, com direito a brindes, para ver qual turma conseguia depositar mais pilhas e baterias nos coletores.

Engajamento estudantil

Por ser um projeto sustentável, todo ser humano deveria aderir à causa e ajudar o meio ambiente, conforme explicou o acadêmico do 7° período de ADM, Leilton Arcebispo dos Anjos. “Todo mundo deve fazer algo sustentável para si e para o próximo. Essa atitude agrega valor à pessoa e ela pode acabar ensinando essa boa índole ao próximo”, disse Leilton.

A palestra contagiou todos os estudantes presentes, principalmente o aluno do curso de Operador de Inspeção de Qualidade, Régis Conciano Sobrinho. “É muito importante que todo mundo ajude o meio ambiente. É o planeta em que vivemos, se esse morrer, não temos outro para ir”.

Papa Pilhas

Idealizado pelos acadêmicos do curso de Administração da FACIT e o professor Rogério, e com a nova adesão dos alunos de ADS, o Projeto Papa Pilhas nasceu com a necessidade de conscientizar a comunidade sobre a importância do descarte consciente de pilhas e baterias, já que são materiais tóxicos e podem contaminar o meio ambiente, principalmente os lençóis freáticos.

A FACIT trabalha com responsabilidade socioambiental e os acadêmicos são motivados e sensibilizados a trabalhar respeitando a natureza. “Todos devem estar atentos a este mundo que está sendo sugado com pouca preservação. Cabe a nós tomar atitudes para melhorar o planeta, a casa onde nós moramos”, afirmou a diretora geral da FACIT, Ângela Maria Silva.

 

(Fotos: João Neto)

Fazer um comentario