Prefeitura entrega primeiro Selo Verde a empresa sustentável em Araguaína

Prefeitura entrega primeiro Selo Verde a empresa sustentável em Araguaína




A certificação propicia às empresas comunicar suas ações de responsabilidade ambiental, acessar linhas de crédito exclusivas e principalmente beneficiar o planeta

 
Em evento realizado na tarde desta quinta-feira, 10, o prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas, entregou o primeiro Selo Verde de empresa sustentável na cidade. A Privillege Hyundai recebeu na sede da empresa o selo e o certificado após alcançar dois dos três níveis de sustentabilidade do programa municipal. A certificação propicia às empresas comunicar suas ações de responsabilidade ambiental, acessar linhas de crédito exclusivas e principalmente beneficiar o planeta com as ações que foram tomadas para obtê-lo.
 
“O que a gente deseja é ver a cidade crescer respeitando o meio ambiente. Hoje é fundamental para qualquer empresa essa linha de preservação ambiental, de sustentabilidade. É assim que a gente está administrando, uma cidade em desenvolvimento com respeito ao meio ambiente”, disse Dimas.
 
O gerente pós-vendas da Privillege Hyundai, Ítalo Lemos, explicou que, para receber o Selo Verde, a empresa atendeu todas as normas após solicitar o licenciamento ambiental. “A loja se encontra no padrão da marca, trabalhos com destinação correta dos nossos resíduos e há sempre a preocupação com a sustentabilidade e com o meio ambiente”.
 
Participaram da entrega do primeiro Selo Verde em Araguaína o presidente do Instituto de Tecnologia e Desenvolvimento Sustentável do Município, Tiago Dimas, os secretários municipais do Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, Júnior Marzola, da Administração, Joaquim Quinta Neto, e técnicos ambientais.
 
Selo Verde
Para obter o Selo Verde, a empresa precisa alcançar pelo menos um dos três níveis do programa: 1) apresentar todas as licenças ambientais; 2) fazer recolhimentos de forma sustentável dos resíduos gerados pelos seus serviços; 3) possuir ações de conservação dos recursos naturais, como coleta seletiva, reciclagem de material, reutilização da água, redução do consumo de energia, utilização de energias renováveis, prevenção contra queimadas.
 
“O selo tem a duração de acordo com a data do licenciamento ambiental, que varia com a categoria das empresas. Como por exemplo, empresas de serviços são três anos, já empreendimentos como loteamentos e empresas da construção civil são cinco anos”, acrescentou o diretor municipal de Fiscalização Ambiental, Orialle Barbosa.

O primeiro passo da empresa para obter o Selo Verde é solicitar o licenciamento ambiental junto à Prefeitura, na Secretaria do Meio Ambiente, localizada à Avenida José de Brito Soares, 728, 1º piso, no Setor Anhanguera. Após isso, os técnicos ambientais analisarão as ações ambientais e classificarão a empresa de acordo com o nível de sustentabilidade.

Cidade sustentável
O secretário Júnior Marzola citou as várias ações que a Prefeitura faz para conscientizar a população quanto à importância de ações sustentáveis.

“Hoje somos uma cidade praticante do zelo ao meio ambiente, com práticas desde o investimento em várias atividades, como prevenção de queimadas, Protocolo do Fogo, criação do Selo Verde, melhoria na aplicabilidade do ICMS Ecológico, um conceito maior para termos uma sociedade civil envolvida”, afirmou Marzola.

 
 
(Thatiane Cunha/Fotos: Marcos Filho)

Fazer um comentario