Saiba como dar o primeiro atendimento em casos de convulsões e derrames

Saiba como dar o primeiro atendimento em casos de convulsões e derrames




Em certas situações, qualquer pessoa pode se deparar com um caso de convulsão ou Acidentes Vascular Cerebral, mais conhecido como derrame, na própria família ou em locais movimentados. Apesar da gravidade destes acometimentos, um primeiro atendimento, mesmo que simples, e bem orientado, pode ajudar no socorro posterior.

O médico socorrista e presidente da Associação Brasileira de Medicina de Urgência e Emergência – Abramurgem Regional Tocantins, Dr. Hugo Weysfield Mendes, explica que o mais importante é chamar o socorro imediato.

“Enquanto a ambulância está a caminho, a pessoa que está lidando com a vítima pode fazer alguns procedimentos que vão evitar sequelas mais graves, como uma pancada por causa de uma queda, por exemplo”, conta o médico.

Convulsões

O estímulo errado de várias partes do cérebro provoca convulsões, espasmos musculares involuntários e incontroláveis por todo o corpo. A vítima também pode apresentar olhar perdido ou olhos virados, além do aumento na salivação.

“O problema pode acontecer por vários outros fatores, como febre muito alta, baixo nível de açúcar no sangue, pancadas fortes na cabeça, intoxicação, tumores ou hemorragia”, informa Dr. Hugo.

Durante uma crise convulsiva, é preciso ser rápido para dar os primeiros socorros:

– Primeiramente, ligue para o socorro (SAMU ou Corpo de Bombeiros)

– Evite que a vítima caia no chão.

– Deite-a de lado no chão para evitar que ela se engasgue com saliva ou qualquer fluído que venha a passar pela garganta.

– Proteja a cabeça da vítima para que ela não se machuque, além de afrouxar as roupas para evitar que sufoque.

– Não tente “desembolar a língua” da vítima. Ela está sofrendo contrações involuntárias e você com certeza será mordido.

Acidente Vascular Cerebral (AVC/Derrame)

Ocorre devido à interrupção do fornecimento de oxigênio e nutrientes em um território do cérebro. Tal interrupção pode ocorrer devido a um entupimento ou rompimento de um vaso. Para identificar se o paciente está tendo um derrame existem algumas dicas.

– Sorrir: a vítima pode apresentar a boca torta, um dos lados do lábio permanece caído.

– Levantar o braço: o indivíduo não conseguirá levantar um dos braços devido à falta de força ou não será capaz de levantar muito.

– Dizer uma pequena frase ou cantar o trecho de uma música: a pessoa apresentará fala arrastada ou ter um tom de voz muito baixo.

Verificados os sintomas, é preciso chamar o socorro imediatamente (192 ou 193).

Fazer um comentario