Energisa inicia projeto de Eficiência Energética no Hospital Dom Orione de Araguaína

Energisa inicia projeto de Eficiência Energética no Hospital Dom Orione de Araguaína




Com foco na sustentabilidade e redução no consumo de energia elétrica, os investimentos devem gerar economia de até 50%

 

Todos os anos, a Energisa disponibiliza recursos do Programa de Eficiência Energética, da Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL, para iniciativas de redução do consumo de energia. Em março deste ano, a concessionária abriu a Chamada Pública de Projetos 001-2017 para apresentação de projetos e o Hospital e Maternidade Dom Orione (HDO), de Araguaína, representado pela empresa 3E Engenharia, encaminhou seu projeto que foi avaliado e aprovado, logo o Dom Orione irá receber investimentos de quase R$ 900 mil.

Peterson Ferreira Portela, assessor de Gestão e Projetos da Energisa, explica que, no projeto apresentado pela empresa interessada, são indicadas todas as necessidades de trocas ou aquisição de novos equipamentos com foco na redução do consumo.

“Acompanhamos todo o processo, as planilhas, para garantirmos que os investimentos trarão a economia almejada. Na realidade, todos ganham neste projeto, porque a redução no consumo de energia tem impacto direto para a gestão da empresa, para o meio ambiente e para a sociedade como um todo”.

Investimentos

No hospital, o recurso será aplicado ao longo de oito meses para troca de 2.100 lâmpadas por unidades de LED, 24 condicionadores de ar mais econômicos e a substituição de três usinas de oxigênio, que produzem 20 m³/h ao custo de 33.840 kWh/mês, por uma única usina mais eficiente, que produz 30m³/h, consumindo 10.800 kWh/mês. Isso representa um aumento de 50% na produção de oxigênio e redução de quase 30% no consumo de energia.

O superintendente do Hospital Dom Orione, Osvair Murilo da Cunha, ressalta que o programa de eficiência energética, além de reduzir os custos do hospital, vai permitir melhorar a assistência à população. “A parceria com a Energisa é muito importante para nós do hospital, porque está dentro dos pilares de planejamento estratégico, que é a sustentabilidade, também com a vertente ambiental”, afirma o superintendente.

Cássio Menezes Godói, coordenador de Engenharia do HDO, que atuou diretamente no levantamento dos equipamentos que foram incluídos no programa, lembra que a energia elétrica é um dos principais insumos do hospital, por isso o programa veio em boa hora.

“Este tipo de apoio que a Energisa está dando é muito importante, porque a gente sabe que o investimento em equipamentos mais eficientes é alto e nem sempre é possível levantar recursos para essas substituições”.

No total, as substituições e os novos equipamentos devem gerar uma economia média de até 40% no consumo de energia elétrica do hospital.

PPE

O Programa de Eficiência Energética da ANEEL disponibiliza um percentual da receita líquida operacional das concessionárias de energia para projetos que buscam promover o uso eficiente da energia elétrica em todos os setores da economia.

A ideia é incentivar o surgimento de novas tecnologias, assim como repensar práticas e costumes com foco no uso racional da energia elétrica.

Fazer um comentario