Funamc convoca para regularização de terrenos no Cemitério São Lázaro

Funamc convoca para regularização de terrenos no Cemitério São Lázaro
O cadastro ou recadastro gratuito pode ser feito na própria administração do local por quem possui familiares sepultados ou que têm certificados de terrenos
 

 

A Fundação de Atividade Municipal Comunitária (Funamc) de Araguaína está fazendo o cadastro gratuito para regularização de terrenos no maior cemitério público da cidade, o São Lázaro. Devem fazer o cadastro pessoas que possuem familiares sepultados ou certificados de terrenos no local. Em funcionamento há mais de 59 anos, o Cemitério São Lázaro tem cerca de 37 mil túmulos registrados.
 
“O nosso objetivo é identificar os túmulos para agilizar os processos de sepultamento. Quem não fizer o cadastro vai encontrar dificuldades no procedimento e até mesmo inviabilizar o sepultamento caso a localização do terreno não seja feita em tempo hábil”, explicou a superintendente da Funamc, Valdirene Cesário.
 
Para a atualização do cadastro, a pessoa deve procurar a administração do Cemitério São Lázaro, localizado à Rua Belo Horizonte, nº 276, no Loteamento Dona Nélcia, para verificar a situação do túmulo ou terreno junto ao órgão. Os documentos necessários para o cadastramento são RG, CPF e comprovante de endereço, com cópias atuais, além da certidão de óbito da pessoa que está sepultada no local.
 
Quem já possui certificado expedido pela Funamc deve apresentá-lo para atualização do cadastro junto à fundação. Mais informações devem ser obtidas pelos telefones: (63) 3411 7086 e 99979 9789 (Funamc) ou 3414 0431 (Cemitério São Lázaro).
 
Dia de Finados
Além do cadastro, o Cemitério São Lázaro está recebendo os preparativos para o Dia de Finados, no próximo 2 de novembro. Limpeza, pintura da capela do local e dos muros e cobertura fixa na entrada do local para melhor acolher os visitantes são algumas das ações realizadas pela Funamc. Além disso, todas as instalações elétricas estão recebendo reparos para melhorar a iluminação do cemitério.
 
 
(Thatiane Cunha/Foto: Marcos Filho)

Fazer um comentario