Audiência Pública na Assembleia une a cadeia produtiva do turismo no Tocantins

Audiência Pública na Assembleia une a cadeia produtiva do turismo no Tocantins

Mais de 150 pessoas participaram da Audiência Pública realizada nesta quinta-feira, 26, na Assembleia Legislativa, para discutir as “Perspectivas do Turismo Como Vetor de Desenvolvimento Econômico no Tocantins”.  Promovido pela Comissão de Saúde, Meio Ambiente e Turismo, que tem como presidente a deputada Valderez Castelo Branco, o encontro reuniu representantes de toda a cadeia produtiva do setor turístico, representantes dos governos federal, estadual e municipal, além de dirigentes de entidades classistas e outros membros da sociedade organizada.

O assessor Especial do Ministério do Turismo, Maurício Rassi, representante do ministro do Turismo Marx Beltrão, apresentou em linhas gerais a Política Nacional do Turismo. Maurício alertou os gestores municipais quanto a necessidade de se promover a segurança jurídica aos investimentos. “Os investidores devem se preocupar com a obtenção de licenças, autorizações, concessões e demais exigências, para a instalação e operação de empreendimentos turísticos. Só desta forma terão acesso aos recursos hoje disponíveis para investimentos”, disse Maurício.

Segundo Maurício Rassi, o Ministério do Turismo está credenciando instituições financeiras públicas interessadas em operar empréstimos privados por meio do Fundo Geral de Turismo (Fungetur). Os recursos têm como objetivo apoiar a implantação, ampliação, modernização ou a reforma de empreendimentos turísticos como hotéis, agências de viagens e parques temáticos.

Representantes do governo do Tocantins, o subsecretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia, Turismo e Cultura, Glênio Benvindo, e o superintendente de Turismo, James Possapp, destacaram o papel do Estado no fomento ao turismo. Atualmente, a secretaria trabalha nos Planos de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável das sete regiões turísticas do Tocantins. “Está em fase de licitação investimentos do Prodetur, no valor de US$ 72 milhões, para infraestrutura em regiões turísticas, principalmente para a pavimentação de rodovias”, disse James Possap.

Omar Hennemann, superintendente do Sebrae-Tocantins, destacou que o órgão trabalha principalmente na melhoria da qualidade dos produtos turísticos e na qualificação dos agentes de transformação. “Precisamos melhorar a logística, formar os atores que atendem os turistas e assim tornar o Jalapão em um atrativo modelo no Tocantins”, disse Omar.

Valderez Castelo Branco destacou que a audiência representa a união de todos que defendem o turismo como propulsor do desenvolvimento, e que a Assembleia é o espaço ideal para as proposições que resultem em ações e projetos que promovam a atividade turística. Como resultado prático da audiência, foram aprovadas audiências públicas semestrais na Comissão de Turismo da Assembleia e nas sete regiões turísticas do Tocantins, sendo que a primeira será no Jalapão. Também foi aprovada visita ao Ministério do Turismo, em Brasília, com o objetivo de encaminhar demandas de interesse do Tocantins.

Também participaram da audiência o gerente de negócios do Banco do Brasil, Marcelo Henrique; o presidente da Agência de Turismo de Palmas (AGTUR) Cristiano Rodrigues; presidente Associação Tocantinense dos Municípios (ATM) Jairo Mariano; a vice-presidente do Fórum Estadual de Turismo (Foestur) – Janaína Aires; o superintendente do Patrimônio da União no Tocantins (SPU/TO) Lúcio Silva Alfenas; o vice-presidente do Naturatins, Edson Cabral; prefeitos e diretores municipais de turismo.

 

(Foto: Ulisses Holanda)

Fazer um comentario