Prefeitura é parceira de campanha que recolhe lixo eletrônico em Araguaína

Prefeitura é parceira de campanha que recolhe lixo eletrônico em Araguaína




Material como mouse, teclados, carregadores, monitores e outros equipamentos eletrônicos podem ser depositados em caixa, que ficará instalada no pátio da instituição, até a próxima sexta-feira, 3 de novembro 
 
 

A Prefeitura de Araguaína é parceria da campanha de recolhimento de lixo eletrônico (e-lixo) organizada por alunos da Faculdade Católica Dom Orione (Facdo). Uma caixa ficará instalada no pátio da instituição até a próxima sexta-feira, 3 de novembro, e qualquer pessoa pode descartar os materiais.
 
Organizadores do projeto e agentes ambientais da Prefeitura estão divulgando nas salas de aula, esclarecendo sobre a destinação correta do e-lixo e os problemas que o descarte irregular pode causar.
 
O professor Rogério dos Reis Brito explicou como a ideia surgiu. “Foram acadêmicos do 2º período, do curso de graduação, Gestão financeira, na disciplina sistema de informação gerencial. Os estudantes buscaram patrocínio e a iniciativa deu certo, com isso, estamos protegendo o Meio Ambiente, visto que os objetos são tóxicos”.
 
Descarte em Araguaína
Em Araguaína já existe um ponto fixo de coleta de pilhas no Supermercado Atacadão, localizado na Avenida Filadélfia, no Residencial Camargo. O material é recolhido e a empresa destina para local apropriado em São Paulo.
 
“Estamos com um projeto, o qual instalaremos contêiner em alguns comércios da cidade para facilitar esse descarte”, frisou o coordenador municipal de Educação Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente, Tibério Dias.
 
A estudante Raynah Gabrielle do Nascimento disse que gostou da iniciativa. “Eu acho muito importante esses projetos porque muitas pessoas não sabem que jogar estes objetos eletrônicos em qualquer lugar pode causar danos ao Meio Ambiente”.
 
Enzo Moura de Oliveira contou que vai até procurar em casa se há itens que não estão mais sendo usados. “O professor explicou que estes materiais podem causar até doenças, por isso temos que recolher. Eu vou fazer minha parte e se tiver algum em casa, vou trazer e depositar na caixa”.
 
Descarte
Os estudantes, professores e comunidade podem levar os equipamentos eletrônicos em desuso para a caixa de recolhimento instalada na Facdo, que ao final da campanha serão recolhidos pela Prefeitura e encaminhados para a Organização Não Governamental (ONG) Guardiões da Natureza, que fará a destinação correta.

 
 
(Gláucia Mendes/Fotos: Marcos Filho)

Fazer um comentario