Observatório Social do Brasil de Araguaína apresentará primeiro relatório de atividades no próximo dia 29 

Observatório Social do Brasil de Araguaína apresentará primeiro relatório de atividades no próximo dia 29 

O primeiro quadrimestre de trabalho incluiu o acompanhamento de licitações da Prefeitura, sessões e ações da Câmara e palestras para entidades

 

No próximo dia 29 (quarta-feira), o Observatório Social do Brasil (OSB) de Araguaína fará a primeira prestação de contas aberta à sociedade. O encontro dos voluntários, mantenedores, poderes públicos e entidades civis organizadas acontecerá às 19h30, no auditório da FIETO (Avenida Dom Emanuel, Bairro Senador). A prestação é aberta para todos os cidadãos e trará um relatório das atividades do OSB Araguaína no quadrimestre Fevereiro/Março/Abril/Maio.

Segundo o presidente, Ronaldo Dias, desde a sua criação, o Observatório trabalha para mostrar à sociedade que é possível fazer o controle social dos gastos públicos de forma organizada e eficiente. “Sempre lembramos que o papel do OSB é agir como um parceiro dos poderes públicos municipais. Somos olhos a mais para garantir que os recursos públicos serão aplicados de maneira correta e ilibada”.

Durante os quatro primeiros meses de atuação, o OSB de Araguaína participou ativamente de pregões para licitações da Prefeitura de Araguaína e acompanhou as sessões ordinárias e extraordinárias e demais atividades da Câmara de Vereadores. “Investimentos também em palestras e apresentações para entidades representativas, faculdades, além das reuniões menores sempre com o intuito de apresentar o Observatório para os potenciais apoiadores e voluntários”, explicou o diretor de Assuntos Institucionais e Alianças, Jean Carlo Moutinho.

No dia 23, o OBS Araguaína apresentou a mesma prestação de contas para os mantenedores da entidade e mostrou que, com apoio cada vez maior da sociedade, é possível tornar ainda mais eficiente a fiscalização dos gastos públicos.

O Observatório de Araguaína faz parte de uma rede de 125 cidades e mais de 3 mil voluntários. No Tocantins, a entidade também está presente em Palmas e está em processo de abertura em outras cidades do estado.

Em nível nacional, o OSB terá novidades para 2018, quando todas as cidades irão disponibilizar na internet as informações das Câmaras Municipais em gráficos dinâmicos para população comparar e acompanhar os trabalhos em todas as cidades.

 

(Singular Comunicação)

Fazer um comentario