Prefeitura entrega Centro de Recuperação para Dependentes Químicos

Prefeitura entrega Centro de Recuperação para Dependentes Químicos
Pessoas em tratamento e envolvidos com o projeto deram depoimentos de superação após estarem livres do vício; solenidade foi realizada na manhã desta segunda, 11
 
 

Com mais de 300 pessoas que já buscavam tratamento para se recuperar do vício do álcool e outras drogas em Araguaína, a Prefeitura entregou na manhã desta segunda-feira, 11, o primeiro Centro de Recuperação de Dependentes Químicos público do Estado do Tocantins. Mesmo com atividades já sendo realizadas desde 2014, o centro agora se torna municipal e passa a atender o dobro de pessoas, de 20 para 40 internos.
 
“São mais de 100 pessoas a menos nas ruas. Pois desde que o projeto começou na cidade, todas essas pessoas já foram recuperadas e não voltaram a usar drogas. Só tenho a agradecer essa conquista que torna mais efetiva nossa luta contra as drogas”, afirmou o diretor do centro, Diego Rocha.
 
Uma dessas pessoas recuperadas, Ederson Ferreira, de 37 anos, com 16 entregues ao vício, contou emocionado que há cinco meses vive uma nova vida. “Hoje eu sei o que é viver em sociedade. Eu que dormia em bueiros, me sentia debilitado moralmente, fisicamente e espiritualmente. Estou aqui agradecendo pela nova estrutura e por encaminhar a gente para o mercado de trabalho. Quero dizer aos jovens que esse mundo de drogas não vale a pena”.
 
Novas perspectivas
Na solenidade de inauguração, com a presença da senadora Kátia Abreu, que destinou verba para construção do centro, o prefeito Ronaldo Dimas destacou que o trabalho realizado na cidade já é sucesso. “Vai ser mais ainda. Agradecemos a todos os envolvidos, à sensibilidade da senadora e inclusive à confiança dos recuperandos em nossa gestão”.
 
A senadora contou que o pedido para que destinasse os recursos partiu da primeira-dama, Nil Braga. “A Nil foi a única pessoa no Tocantins que teve coragem de pedir uma obra desse porte. Ninguém quer investir em obras como essas de reabilitação, como centro e presídios. E ela contou com a sensibilidade do prefeito Ronaldo”, citou, acrescentando ainda que disponibilizará aos internos do centro cursos e palestras.
 
O vereador e idealizador do projeto, Wagner Enoque, disse também emocionado que o melhor investimento de uma gestão é em pessoas. “Estamos muito felizes com os testemunhos que temos para contar. Passamos por muitas situações difíceis, mas hoje podemos celebrar uma nova etapa”.
 
Tratamento
O secretário da Saúde, Jean Luís Coutinho, explicou que a internação no centro é voluntária e com o envolvimento da família, feita por meio do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e outras Drogas (CAPS AD 3). “Nós trabalhamos com créditos, porque eles estão em uma situação em que mais ninguém acredita neles. Quem quiser fazer o tratamento poderá procurar o CAPS e daremos suporte para que essa pessoa se recupere. Inclusive com encaminhamento posterior ao mercado de trabalho”.
 
O CAPS AD fica localizado à Rua 12 de Outubro, nº 459, no Centro, com horário de atendimento das 7 às 19 horas, todos os dias da semana.
 
Acolhimento
O Centro Municipal de Recuperação de Dependentes Químicos conta com três dormitórios, cozinha com refeitório, dispensa, banheiros, quiosques para eventos, recepção, salas de convivências e de atendimento médico, de triagem, sala médica, enfermagem e psicológico. Os internos poderão contar também com o espaço de jardim, com área gramada, lago para pesca e horta.

 
A obra foi construída em terreno da Prefeitura, localizado na área do antigo viveiro, a quatro quilômetros da cidade, com entrada está sinalizada na TO-222, sentido Filadélfia. O projeto é da Prefeitura e o valor do investimento é de R$ 1.271.154,49, sendo que R$ 1.000.000 é do Governo Federal, oriundos de emenda parlamentar da senadora Kátia Abreu, e o restante de contrapartida do Tesouro Municipal.
 
 
(Thatiane Cunha/Fotos: Marcos Filho)

Fazer um comentario