Mutirão oftalmológico do IBGH atendeu mais 400 pacientes

Mutirão oftalmológico do IBGH atendeu mais 400 pacientes




Esta foi a segunda etapa de um total de três. O objetivo é zerar a lista de espera por procedimentos oftalmológicos em Araguaína

 

O Instituto Brasileiro de Gestão Hospitalar – IBGH realizou a segunda etapa do Mutirão Oftalmológico nos dias 24, 25 e 26 de março no Ambulatório Municipal de Especialidade – AME, que funciona dentro do Hospital Municipal de Araguaína.

“Meu filho precisava ser atendido há bastante tempo e, graças ao mutirão, eu já sei que colírio ele precisa usar e com certeza irá melhorar. Ele está muito contente”, disse, emocionada, a dona de casa Vanessa da Cruz, mãe do pequeno Guilherme Brito, de quatro anos.

A primeira etapa de atendimentos aconteceu em fevereiro, a terceira e última tem previsão para o final do mês de maio. Entre consultas, exames e encaminhamentos para cirurgias (quando houver a necessidade), mais 400 pacientes de Araguaína foram atendidos durante os três dias de mutirão desta segunda edição.

O médico Fernando Nunes da Silva explicou que dentre as doenças que necessitam de procedimento cirúrgico, a catarata é a mais comum. “A principal causa de cegueira reversível é a catarata. Um mutirão como esse consegue captar e conhecer de perto os pacientes que estão necessitando de diagnóstico da cirurgia, fazendo com que sejam operados para reestabelecer a visão”, explicou o médico.

Esse foi o caso do mecânico Gilvan Dias Cerqueira, que esperava desde agosto pela consulta. “Aconteceu tudo certinho, o médico me examinou e tenho certeza de que em breve estarei 100%”, animou-se.

Foram atendidos pacientes das Unidades Básicas de Saúde – UBS de Araguaína que solicitaram e agendaram consultas para procedimentos oftalmológicos. “Já temos essas consultas todos os dias da semana sendo oferecidas pelo Hospital dos Olhos, parceiro do IBGH, mas, com o mutirão, estamos dando uma incrementada nos atendimentos e vamos zerar a fila de espera nas próximas ações”, explicou a diretora geral do HMA, Sônia Regina Aziz de Moura.

 

(Foto: João Neto)

Fazer um comentario