Pacientes encaminhados para radioterapia em Imperatriz recebem acolhimento e estadia humanizada

Pacientes encaminhados para radioterapia em Imperatriz recebem acolhimento e estadia humanizada




O Instituto Amar Mais, com apoio da Oncoradium, ajuda pacientes de outras cidades na luta contra o câncer

 

Os pacientes com câncer que são encaminhados para tratamentos com radioterapia em Imperatriz, no Maranhão, por meio do Centro Integrado de Tratamento Oncológico – Oncoradium, não precisam se preocupar com hospedagem na cidade. A clínica conta com o apoio do Instituto Amar Mais para facilitar o acesso ao tratamento de quem vem de outros municípios.

O Instituto oferece acolhimento àqueles que não têm onde ficar durante o tratamento. O espaço traz uma estrutura simples e comporta quartos coletivos, banheiros, cozinha, refeitório, lavanderia e espaço ao ar livre. São realizadas ações religiosas, educativas, prevenções, beleza e autoestima.

Unidos contra o câncer, a colaboração entre a Oncoradium e o Amar Mais possibilita que pacientes de outros Estados e cidades da região, que são encaminhados para a radioterapia em Imperatriz, se hospedem em um lugar acolhedor, gratuito, humanizado e confiável.

Parceria

A administradora da Unidade da Oncoradium em Araguaína, Janaína Nasser Santana, considera a parceria essencial. “É uma ajuda mútua e de extrema importância, já que a maioria dos nossos pacientes não têm como se manter fora do domicílio por conta própria”, comenta. De acordo com ela, as taxas de abandono do tratamento seriam maiores sem o acolhimento do Instituto.

“A casa de apoio vive de doações e a Oncoradium contribui frequentemente, além do transporte para levar e buscar pacientes dentro da cidade”, conta a coordenadora do Instituto Ozana Soares. Segundo ela, a casa está quase sempre em sua capacidade total.  “Realizamos o acolhimento aos pacientes, acompanhantes e familiares com carinho e atenção”, reforça.

Relato de vida

Vencedora na batalha contra o câncer, Neuza Neres fez tratamento na cidade e conta que chegou ao Instituto pouco esperançosa. Depois de recuperada, ela conta que a estadia na casa de apoio foi algo muito bom em sua vida. “Vou me lembrar para sempre do tempo que passei na casa”, relata Neuza.

O Instituto

O Instituto Amar Mais é uma Organização Não Governamental que foi criada em 2006, na cidade de Imperatriz (MA), com o propósito de ajudar pacientes com câncer. No começo,  o trabalho era apenas informativo, orientando o público sobre diagnósticos e tratamentos por meio de palestras e ações em escolas e universidades.

Em 2015, a ajuda passou para outro nível, quando o Instituto começou a funcionar como casa de apoio. “Quando Imperatriz virou centro de referência no tratamento da região, as pessoas vinham para se tratar, mas não tinham onde ficar”, conta Ozana.

Com estrutura para acolher até 120 pessoas, a entidade sem fins lucrativos funciona 24 horas por dia,  hospeda pacientes em tratamento e dispõe de uma equipe composta por seis funcionários, suporte com técnicos de enfermagem, enfermeira e assistente social.

Fazer um comentario