Zootecnista rebate, com números e dados, acusações que tratam pecuária como nociva ao meio ambiente: “são lendas”

Zootecnista rebate, com números e dados, acusações que tratam pecuária como nociva ao meio ambiente: “são lendas”




Doutor em produção animal, professor e pesquisador da Universidade Federal do Tocantins, o zootecnista José Neuman Miranda Neiva, em entrevista ao Programa Norte Agropecuário no Rádio desta semana, classificou de “lendas” informações, segundo as quais, a pecuária brasileira é nociva ao meio ambiente.

Ele fez questão de desmistificar e rebate, por exemplo, que o segmento seria responsável por produção em excesso de gases de efeito estufa e que destrói biomas. “Não podemos dizer que a pecuária de corte está provocando o desmatamento, quando ela está cedendo áreas de pastagens para agricultura”, disse Neiva, que é membro da Sociedade Brasileira de Zootecnia. “A pecuária bem desenvolvida funciona como dreno de CO2”, complementou.

No programa de rádio veiculado na UFT FM, ele apresenta, com riqueza de detalhes, números que contestam aquilo que classificou de lenda. “O Brasil mantém 60% do seu território coberto por vegetação nativa. A pecuária não ocupa nem 20% da área total remanescente”, disse. “O agro responde por 25% do PIB brasileiro sendo classificado como setor criminoso. Não podemos deixar!”, finalizou.

Fazer um comentario