Projeto Cinema e Pipoca ensina valores de forma divertida a crianças de escola municipal

Projeto Cinema e Pipoca ensina valores de forma divertida a crianças de escola municipal




Mais de 450 alunos da Escola Municipal Joaquim Carlos Sabino dos Santos, do setor Lago Azul, participarão da sessão de cinema no Serviço Social do Comércio (Sesc)

 

Laysa de Freitas, 8 anos, realizou o sonho de assistir a um filme no cinema pela primeira vez. A sessão fez parte do projeto Cinema e Pipoca, da Escola Municipal Joaquim Carlos Sabino dos Santos, no setor Lago Azul, que levou 112 alunos ao auditório do Serviço Social do Comércio (Sesc) de Araguaína, na manhã de hoje, 17.
 
“Foi um sonho realizado. Eu amo desenhos e sempre assisto em casa. Agora, amo cinema. É muito divertido”, contou a menina, que está no terceiro ano do Ensino Fundamental. O filme escolhido pela equipe de coordenação da escola foi “O mundo dos pequeninos”, obra que faz refletir sobre o amadurecimento e a natureza.
 
De acordo com o diretor da escola, Cláudio Moraes, o objetivo do projeto é proporcionar às crianças algo novo, fora da rotina escolar, e trabalhar nelas a construção de valores. “Muitos desses alunos estão em situação de vulnerabilidade social, não têm condições de ir ao cinema ou mesmo se deslocar até uma sessão gratuita. Eles estão em momento de descoberta e precisam de atividades assim para desenvolver afirmação e construção de valores”.
 
Além dos conceitos pedagógicos citados, o empreendedorismo realizado junto com os alunos foi parte fundamental do projeto. “O refrigerante e a pipoca oferecidos durante a sessão de cinema foram custeados pelos próprios alunos, que venderam rifas para arrecadar o dinheiro do lanche. Essa proposta também ajuda na disciplina e na ordem. É um vivenciamento do que eles aprendem em sala de aula”, afirma Moraes.
 
Mais 351 alunos irão participar do projeto. Uma turma de 116 alunos irá hoje à tarde, e outros 235 irão amanhã, 18, nos turnos matutino e vespertino. O projeto também é realizado em outras 14 escolas da rede municipal de ensino, que ainda disponibiliza cuidadores e transporte escolar para as crianças irem ao cinema.

 

(Marcelo Martin/Foto: Marcos Filho Sandes)

Fazer um comentario