Câncer de próstata, uma das doenças mais assintomáticas e a segunda mais tratada em Araguaína

Câncer de próstata, uma das doenças mais assintomáticas e a segunda mais tratada em Araguaína




Neste Novembro Azul, o desafio ainda é quebrar tabus e preconceitos, além das informações corretas sobre o câncer

 

O câncer de próstata é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens no Brasil, superado apenas pelo câncer de pele, segundo o levantamento do Instituto Nacional de Câncer – INCA.

A orientação médica é que os homens comecem a fazer os exames de prevenção a partir dos 50 anos. Em pacientes com histórico familiar da doença, a prevenção deve ser iniciada aos 40 ou avaliada individualmente caso a caso.

De acordo com o oncologista da Oncoradium, clínica especializada em tratamentos oncológicos pelo SUS dentro do Hospital Regional de Araguaína (HRA), Dr. Macilon Irene, mesmo com tanta conscientização, ainda existem muitos tabus, mitos e preconceitos em relação a doença.

“Há alguns anos, ter o diagnóstico de câncer de próstata era uma sentença de morte, mas hoje a doença pode ser curada em grande parte dos casos graças ao diagnóstico precoce e o acesso aos sistemas de saúde. O homem precisa estar bem informado, ser proativo e sem preconceito para cuidar cada vez mais de si”, destaca o médico.

Estatísticas

Segundo o INCA, em todo o Brasil, a estimativa é que 2018 feche com 68.220 novos casos de câncer de próstata. No Tocantins, a previsão é de 59 casos para cada 100.000 homens.

Araguaína

Nos atendimentos públicos feitos pelo SUS dentro do HRA, o câncer de próstata é o segundo mais tratado na cidade, atrás apenas do de mama. Entre abril de 2017 e junho de 2018, foram 2.796 atendimentos.

Vida saudável é a melhor forma de prevenção

Muitos fatores de risco como a idade e histórico familiar não podem ser controlados, mas outros podem ser evitados para reduzir as chances de desenvolver o câncer de próstata.

“A redução de peso corporal, atividade física regular, dieta sem exageros e comer uma grande variedade de vegetais e frutas diariamente fazem com que o paciente minimize as chances de ter a doença”, informa Dr. Macilon.

Mitos

O câncer de próstata não é uma doença infecciosa ou contagiosa e não há nenhuma chance de ser transmitida para outras pessoas, conforme explica o oncologista.

“Ainda recebemos várias dúvidas sobre o câncer. Essa de ser contagioso é uma delas. Outra dúvida bastante frequente dos pacientes é sobre a vasectomia. Que fique bem claro que estudos mostram que a vasectomia não é um fator de risco para o câncer de próstata. Assim como não apresentar nenhum sintoma, não significa não ter câncer, porque ele é um dos cânceres mais assintomáticos”, finaliza.

Após ser diagnosticado com câncer de próstata, o objetivo é bloquear os hormônios masculinos e há várias modalidades de tratamentos, sejam eles combinados ou de forma única, como radioterapia, hormonioterapia e cirurgia. O objetivo pode ser a cura da doença, prolongar a vida ou ajudar a aliviar os sintomas, sendo avaliado caso a caso conforme a fase da doença.

Fazer um comentario