Doação de sangue é essencial para pacientes em tratamento contra o câncer

Doação de sangue é essencial para pacientes em tratamento contra o câncer




O gesto solidário contribui significativamente na melhora do quadro desses pacientes, que apresentam baixa nas plaquetas devido à doença e ao tratamento

 

A transfusão de sangue e plaquetas é essencial no tratamento contra o câncer. O sangue doado é necessário para o restabelecimento do paciente e pode determinar a melhora do quadro clínico, tendo influência até na sensação de dor.

Conforme explica a médica hematologista da Acreditar Tocantins, Dra. Juliana Touguinha Neves Martins, os pacientes com câncer podem perder, de forma temporária, a capacidade de produzir as células do sangue devido aos tratamentos, ou pela própria doença. “Por isso a importância da transfusão do sangue. Para doar plaquetas são necessários os mesmos requisitos para os doadores de sangue”, reforça a médica.

Em 25 de novembro é celebrado o Dia Nacional do Doador Voluntário de Sangue. O ato de solidariedade é fundamental tanto para quem aguarda cirurgias, quanto para quem está se tratado contra o câncer.

Necessidade

São várias as razões que levam os pacientes em tratamento a necessitarem de transfusão, dentre elas a perda durante as cirurgias e a baixa produção de sangue no tratamento de radioterapia e quimioterapia.

De acordo com o Hemocentro de Araguaína, os pacientes com leucemia são os que mais precisam de doação. Segundo um levantamento do Instituto Nacional do Câncer José Alencar Gomes da Silva (INCA), no Tocantins, a estimativa para 2018 são de 90 novos casos de leucemia, entre homens e mulheres. No Brasil, a estimativa é de 10.800 novos casos da doença.

Requisitos para doação de sangue

Quem deseja doar precisa procurar o Hemocentro de sua cidade e cumprir alguns requisitos básicos, como:

– Estar em boas condições de saúde

– Ter entre 16 e 69 anos. Pessoas acima de 60 anos só podem doar se já tiverem doado sangue alguma vez antes dessa idade

– Pesar, no mínimo, 50 kg

– Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas)

– Estar alimentado, por isso evite alimentos gordurosos e aguarde até 2 horas para doar

– Apresentar documento original com foto, emitido por órgão oficial, e que permita o reconhecimento do voluntário (RG, CNH ou Carteira de Trabalho)

Fazer um comentario