Araguaína intensifica testes de HIV durante Campanha Dezembro Vermelho

Araguaína intensifica testes de HIV durante Campanha Dezembro Vermelho




Pela primeira vez, serão realizados mutirões de atendimento nas unidades básicas de saúde e outros locais estratégicos até dia 18. Desde 2006, foram registrados 652 casos no Município

Dezembro é dedicado à Campanha Nacional de Prevenção ao HIV/Aids, sendo o dia 1º a data mundial de luta contra a doença. Durante este mês, a Saúde de Araguaína intensifica os trabalhos de rastreio e educação sobre o vírus. Serão realizados mutirões de atendimento nas unidades básicas de saúde e em outros locais estratégicos.  
 
Desde 2006, quando o Município iniciou as notificações, foram registrados 652 casos residentes em Araguaína. De acordo com a enfermeira responsável pelo Programa Municipal de DST/Aids, Mariane Freitas de Sousa, a campanha deste ano traz a simbologia do vermelho pela primeira vez, representando a solidariedade e o comprometimento.
 
“Antes, trabalhávamos somente uma semana, agora, iremos trabalhar até o dia 18 de dezembro, uma ação inédita em Araguaína”, comentou a enfermeira, acrescentando que os atendimentos acontecem durante os horários de expediente das UBS, das 7h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30.
 
Uma sala especial estará disponível durante o Mutirão de Negociação Fiscal, no Parque de Exposição de Araguaína, do dia 5 ao 12. Outras ações estratégicas foram realizadas na Unidade de Tratamento Barra da Grota, Casa do Índio (CASAI) e Secretaria da Infraestrutura.
 
Agilidade no atendimento
O teste rápido possibilita a notificação do paciente com soro positivo de maneira rápida e mais eficiente, ajudando a prevenir novos casos. Em Araguaína, todas as UBS dispõem do serviço gratuitamente. Cabe ao paciente agendar uma consulta.
 
“Antigamente, a sorologia era feita em laboratórios e poderia demorar uma semana. Hoje, com 15 minutos, o paciente já tem o resultado”, explicou Mariane.
 
Como evitar?
O vírus é transmitido através da secreção vaginal, sangue, sêmen ou leite materno. Ainda segundo a enfermeira, o uso da camisinha é o melhor método preservativo para evitar a contaminação durante a relação sexual.
 
“Mesmo quando há relação sexual sem camisinha e ocorre a gravidez é possível que a criança nasça sem exposição ao vírus. A mãe precisa fazer o pré-natal adequado, planejando o parto e a alimentação do filho que não pode ser amamentado”.
 
Cronograma
Dia 4 (terça-feira)
UBS Albeny Soares de Paula (Avenida C, nº 1035, Setor Couto Magalhães);
UBS Nova Araguaína (Rua 19, s/nº, Setor Nova Araguaína).
 
Dia 5 (quarta-feira)
UBS JK (Avenida Bernardo Sayão, s/nº, Bairro JK).
 
Dia 6 (quinta-feira)
UBS Avany Galdino da Silva (Av. São Francisco, esquina com a Guaíba, Setor Araguaína Sul);
UBS Palmeiras do Norte (Rua das Camélias, nº 1055, Setor Palmeiras do Norte).
 
Dia 7 (sexta-feira)
UBS Dr. Francisco Barbosa de Brito (Rua A esquina com Rua L, Vila Aliança);
UBS Dr. Raimundo Gomes Marinho (Rua dos Macucos, s/n, Loteamento Maracanã).
 
Dia 10 (segunda-feira)
UBS José de Sousa Rezende (Rua São João Batista, Quadra 1 D, Lote 2, Setor Alto Bonito);
UBS Dr. Dantas (Rua CE, Quadra 22, Lote 1, Setor Jardim Costa Esmeralda).
 
Dia 11 (terça-feira)
UBS Manoel Maria Dias de Brito (Rua dos Ingaxixes, Quadra 28, Lote 1, Setor Cimba).
 
Dia 12 (quarta-feira)
UBS Manoel dos Reis Lima (Rua das Hortências, nº 46, Setor Jardim das Flores).
 
Dia 13 (quinta-feira)
UBS José Ronaldo Pereira da Costa (Rua 9, Quadra 1, Lote 1, Setor Dom Orione);
UBS Novo Horizonte (Avenida Araguaia, s/nº, Novo Horizonte).
 
Dia 17 (segunda-feira)
UBS Bairro de Fátima (Rua Padre Anchieta, s/nº, Bairro de Fátima).
 
Dia 18 (terça-feira)
UBS Ponte (Rua Joaquim Caboclo, s/nº, Setor Ponte);
UBS Maria dos Reis (Avenida Bernardo Sayão, 1.082, Setor Barros).

 

(Marcelo Martin/Foto: Marcos Filho Sandes)

Fazer um comentario