Câmeras ajudam na recuperação de perdidos na Rodoviária de Araguaína

Câmeras ajudam na recuperação de perdidos na Rodoviária de Araguaína




Sistema de videomonitoramento inibe furtos e ajuda na localização de objetos perdidos, que são guardados pela administração e devolvidos aos donos

Além de proporcionar mais segurança e conforto, o sistema de videomonitoramento trouxe mais uma vantagem para quem passa ou trabalha no Terminal Rodoviário de Araguaína: facilitou a recuperação de objetos perdidos.
 
Os objetos encontrados são encaminhados ao setor administrativo da Rodoviária, onde ficam à disposição do dono. Na sequência, são catalogados e encaminhados ao depósito de Agência de Segurança, Trânsito e Transporte (ASTT). A qualquer momento, o dono pode procurá-los e reavê-los.
 
De acordo com o diretor da Rodoviária de Araguaína, Gúbio Luz, o sistema de vídeomonitoramento ajuda de duas formas: identifica o exato local e horário em que o objeto foi perdido e quem porventura possa tê-lo encontrado; além de inibir que outras pessoas tomem posse dos objetos perdidos.
 
“A Rodoviária ficou mais segura, uma vez que somente passageiros têm acesso ao setor de embarque. Com isso, praticamente todos os objetos perdidos são devolvidos aos seus donos”, afirmou o diretor.

Implantado em fevereiro do ano passado, o sistema de videomonitoramento conta com 32 câmeras que permitem que toda a movimentação no local seja monitorada em tempo real pela administração do terminal, no Centro de Controle Operacional (CCO).
 
Final feliz
A estudante Maria Eduarda Magalhães recuperou sua carteira, contendo documentos pessoais e cartões bancários no final de dezembro. Ela conta que colocou a carteira no bolso da roupa enquanto aguardava o embarque, mas depois não a encontrou mais.
 
“Não tinha esperança de que ainda fosse encontra-los, teria que passar pelo transtorno e tirar segunda via de todos os documentos. Ao retornar de viagem, no entanto, resolvi perguntar na administração da Rodoviária e, para minha alegria, a minha carteira estava lá, intacta”, comemorou Maria Eduarda.
 
Para recuperar um objeto perdido, o dono pode ir pessoalmente à administração da Rodoviária ou entrar em contato por meio do telefone 3413-2631, em horário comercial. Para facilitar, o dono deve descrever as características do item perdido, quanto mais detalhes, mais fácil a identificação.

Reconstrução
Construído no final da década de 1970, a Rodoviária de Araguaína nunca havia passado por uma reforma estrutural. A primeira fase da obra de reconstrução foi entregue em fevereiro de 2017, com 15 guichês, banheiros com acessibilidade, fraldário, sala vip, duas lojas, três lanchonetes e guarda-volumes.
 
Na segunda etapa, entregue em 2018, foram construídos mais 11 novos guichês, restaurante, três lanchonetes, duas lojas, sala para o Centro de Controle Operacional (CCO), sala para a Agência Tocantinense de Regulação (ATR) e mais três banheiros, sendo um com acessibilidade.
 
Custeada com recurso próprios do Município, a reconstrução do terminal está orçada em R$ 1,5 milhão. Parte do valor investido, R$ 500 mil, oriunda da não-realização da festa pública do Carnaval de 2016. Além das novas instalações, todo o terminal teve o calçamento trocado, redes elétrica e hidráulica renovadas, recebendo ainda jardinagem, catracas e gradil para limitar o acesso.

(Mara Santos/Fotos: Marcos Filho Sandes)

Fazer um comentario