Pacientes infantis do HMA tiveram o primeiro contato com cães durante nova terapia

Pacientes infantis do HMA tiveram o primeiro contato com cães durante nova terapia




A Cãoterapia tem a parceria da Universidade Federal do Tocantins e assegura muitos benefícios para o tratamento das crianças

O projeto “Cãoterapia” é uma iniciativa do Instituto Saúde e Cidadania – ISAC em parceria com o curso de Medicina Veterinária da Universidade Federal do Tocantins – UFT, e foi criado no intuito de melhorar o quadro clínico das crianças internadas no Hospital Municipal de Araguaína (HMA), além de criar um ambiente mais humanizado para pacientes, acompanhantes  e toda a equipe do hospital.

A primeira edição do projeto aconteceu no último dia 4 e levou quatro cãezinhos para uma tarde de teatro e interação com as crianças autorizadas pelos médicos da unidade para participar do encontro.

Todos os bichinhos estavam com as vacinas em dia e não tiveram acesso aos corredores do Hospital. A atividade aconteceu na recepção da unidade.

Projeto aprovado

Lucivania Monteiro é mãe da pequena Walytha Monteiro, de 10 anos, internada no HMA, e ficou encantada com a iniciativa.

“Nós estamos aqui dentro e perdemos o contato com as pessoas e as coisas lá fora. Poder ver esses bichinhos tão espertos e fofos aqui trouxe alegria para mim, para minha filha e para o ambiente. Tomara que esse projeto continue, pois ele já é um sucesso”, disse a mãe, emocionada.

“Eles são lindos, me fizeram lembrar minha cachorra que ficou em casa. Estou muito feliz”, disse Walytha, enquanto brincava com os bichinhos.

Resultados nítidos

A tarde de interação ainda teve teatro e muitas fotos com os pets. A terapeuta ocupacional do HMA, Evellyne Andrade, destacou que o projeto é um elemento a mais no tratamento das crianças.

“Hoje teve uma criança que não estava querendo comer, mas quando soube desse momento, ela comeu e ficou feliz que iria poder ter contato com os cães. E o objetivo desse projeto é justamente levar alegria, amor, acolhimento e carinho para essas crianças, que passam por algum problema de saúde”, afirma.

A professora da UFT, Ana Paula Coelho, ressaltou que o projeto é inovador em Araguaína e promete trazer bons resultados dentro o HMA.

“O Hospital Municipal é a primeira unidade a receber esse projeto na cidade. A terapia assistida por animais já é bastante estudada e os benefícios são inúmeros. Nesse primeiro contato, nós pudemos observar o quanto feliz e harmonioso ficou a unidade após a chegada dos cães e esse é o nosso objetivo, trazer esperança para os internados”, finalizou.

 

(Fotos: Mayara Abreu / Singular Comunicação)

Fazer um comentario