Sebrae Tocantins vai investir R$ 200 mil em startups de Araguaína

Sebrae Tocantins vai investir R$ 200 mil em startups de Araguaína




As inscrições para o edital de pré-aceleração de startups vão até 12 de agosto.

A startup é um novo modelo de negócio que tem levado ao mercado produtos e serviços tecnológicos inovadores. Com o objetivo de fomentar este formato de negócio, o Sebrae publicou o edital de chamada pública Araguaína Digital 2019. O documento está disponível no Portal do Sebrae Tocantins, no link: https://bit.ly/2xQXyTP.

Serão selecionados até 20 projetos digitais inovadores nas fases de curiosidade, ideação, operação e tração em Araguaína. As empresas selecionadas participarão do Programa de Pré-Aceleração para Startups que está conectado às mais recentes metodologias de desenvolvimento de negócios tecnológicos e de alto impacto no mundo.

 De acordo com o analista do Sebrae, Jacirley Nascimento, a terceira edição do programa de pré-aceleração para as Startups de Araguaína será realizada em cinco meses. “Os empresários terão a oportunidade de fazer com que seus modelos de negócio ganhem aderência no mercado e escalabilidade de curto prazo”, ressaltou.

“Cada empresa selecionada receberá até 10 mil reais em consultorias, mentorias, treinamento, acesso a mercado e workshops e poderá indicar até três empreendedores representantes pelo projeto”, explicou o gerente do Sebrae em Araguaína, Joaquim Quinta, acrescentando que esta é uma oportunidade ímpar para os empreendedores de Araguaína tornarem seus negócios competitivos e fazerem networking com instrutores nacionalmente reconhecidos. 

Sobre o Araguaína Digital

A primeira edição do Araguaína Digital foi realizada em 2017. Cerca de 25 empresários participaram do Programa de Pré-Aceleração para Startups. Entre as iniciativas de sucesso estão as startups, “DigiPec, Guiaa, Intellis” que criaram aplicativos de Gestão de Fazendas, Guia Comercial e Inteligência Contábil, respectivamente.

Hudson Oliveira participou da segunda edição e seu negócio teve destaque no Hackathon AgroTech 2018, participou da pré-aceleração e conseguiu a validação e início da comercialização de seu modelo de negócio. “Nosso principal ganho foi o acesso a feiras de negócios, de toda região, publicidade em eventos do segmento e contato direto com fazendeiros e potenciais investidores viabilizado pelo networking”, destacou.

Fazer um comentario